Animais e humanos, SIM são felizes e saudáveis.

Nada, nem ninguém, no mundo (ou fora dele) é capaz de oferecer tanto carinho e um “olá”, “bom dia”, ou qualquer recepção tão calorosa quanto o seu cão. É choro, algumas vezes latido, pulos de alegria, cheiro, lambida nos pés, mãos e, se possível, na cara.

É um momento único para ele, mesmo que pareça um ritual diário para você. Mas porque ele reage dessa maneira? O que se passa na cabeça de um cachorro ao reencontrar seu dono? Será que nós agimos da maneira correta para retribuir esse incalculável afeto?

Quem tem animal de estimação sabe o quanto eles são especiais e fazem bem pra gente. Vários estudos revelam que o vínculo entre humanos e animais faz com que a pessoa seja mais empática e feliz.

Nestes estudos, verificou-se a intenção de 100% dos entrevistados que não possuem pets em ter um, sendo que 90% deles pretendem adquirir um cão e 20%, um gato.

Os estudos comprovam ainda que que compartilhar bons e maus momentos da vida com um animal de estimação pode ajudar as pessoas a se manterem mais felizes e saudáveis.

Só de acariciá-lo, o coração vai desacelerando, a respiração volta ao ritmo normal e logo logo eu adormeço.Várias pesquisas cientificas comprovaram os benefícios de ter um animal de estimação. Uma delas destaca que o coração de tutores de gatos está mais protegido.

Um estudo da Universidade de Minnesota comprovou que ter um gato reduz a probabilidade de sofrer um ataque cardíaco fatal em 40%.Já tutores de cães possuem níveis mais baixos de colesterol e fazer carinho no cachorro reduz a pressão arterial.

Os tutores de animais apontaram que se exercitam duas vezes mais que as pessoas sem animas, cerca de cinco vezes por semana contra três vezes.

Entre os benefícios incluem o exercício cardio-vascular das caminhadas com o cachorro, alimentar e limpar nossos amados animais. Esses benefícios emocionais e psicológicos são muito bem conhecidos por profissionais de saúde mental.

Ter um animal pode aumentar a produção de endorfina e ocitocina, os hormônios da felicidade, que dão a sensação de relaxamento e calma. Os bichinhos podem ser muito amigáveis e companheiros, além de te receberem calorosamente depois de um dia estressante.

Isso sem falar, que tanto os gatos quanto os cachorros contribuem para melhora das relações humanas. Quem tem um bichinho em casa também têm autoestima maior, são pessoas menos solitárias e mais alegres.

Essa sociabilidade deixa de ser uma simples distinção, essa característica acabou se tornando uma fortíssima estratégia de adaptação entre animais e humanos. Basta dar uma olhada ao redor do mundo e veja quantos cachorros existem para entender como e por que há uma afinidade por parte dos cachorros com seres humanos.

Os cães são capazes de nos reconhecer. Falando assim, de uma maneira simples, pareceria óbvio, mas a questão aqui é que pesquisas mostraram que os cães são capazes de reconhecer humanos pelo cheiro e também conseguem diferenciar perfumes familiares de aromas estranhos. Ou seja, eles nos reconhecem e sabem quem somos, bem como também sabem diferenciar os humanos de outros cachorros.

Resumindo: ter um cão ou um gato em casa é sinônimo de mais felicidade, menos estresse, mais motivação, pressão arterial e colesterol regulados e menos riscos para doenças cardiovasculares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *