As principais causas de queda de pelo em cachorro

A queda de pelo em cachorro em muitos casos é normal, podendo ser apenas uma renovação da pelagem. No entanto, quando se torna excessiva, é motivo de grande preocupação por parte dos tutores. Assim como a humana, a dermatologia veterinária é bastante complexa com diagnósticos que dependem de muitos fatores, não se limitando, apenas, a um exame clínico.

De fato, são muitas variáveis que podem levar a um diagnóstico, como o estilo de vida do animal de estimação, o ambiente no qual ele vive, se existe deficiência nutricional, ansiedade, estresse, presença de parasitas e tantos outros fatores que podem determinar o tratamento adequado.

Sendo assim, neste post, vamos elencar as 6 causas mais comuns de queda de pelo em cães, para que você tenha uma noção do que pode estar ocorrendo com seu pet. Mas nunca esqueça que é fundamental a avaliação de um veterinário — que fará o exame clínico e os devidos procedimentos para saber a causa real do problema. Acompanhe!

1. Troca de pelos

Uma das causas da queda de pelo pode ser devido à muda — que é a troca da pelagem do cão. Trata-se de um processo natural que ocorre em todos os animais e que, por desconhecimento de muitos tutores, causa preocupação. Na dúvida, busque a opinião de um veterinário que saberá identificar se é esse o real motivo.

A título de curiosidade, cães que possuem pelo curto têm uma tendência a soltar mais pelos, já que a pelagem curta atinge o tamanho normal mais rapidamente, iniciando o processo de renovação. Vale lembrar que a muda também pode sofrer influência climática.

2. Reação alérgica a algum alimento

Os cães podem ser alérgicos a determinados alimentos, que consequentemente levam à queda de pelos. No entanto, o problema ocorre lentamente e de maneira uniforme.

Se você desconfiar de algum alimento que, porventura, tenha incluído na dieta do pet, leve-o ao veterinário — de preferência em um especializado em nutrição animal para uma melhor avaliação e diagnóstico.

3. Presença de carrapatos e pulgas

Outro fator que pode ocasionar a queda de pelos em cães é a presença de ectoparasitas, como carrapatos, pulgas e piolhos. Alguns parasitas agridem a pele e causam irritações e inflamações que levam à queda da pelagem. Muitas vezes, o próprio cão se coça tanto que chega a arrancar seus pelos.

Vale lembrar que alguns parasitas se alimentam da queratina — que é uma proteína presente no pelo — enfraquecendo-o e ocasionando a queda.

4. Deficiência nutricional

Uma dieta desequilibrada pode causar deficiência nutricional. A carência de vitaminas afeta a saúde do cão e é um dos motivos que podem atingir a pele e o pelo do animal.

Nesse caso, você deverá levar seu cachorro ao veterinário. Ele, certamente, fará uma anamnese, que é um tipo de questionário onde você relatará os hábitos de vida do pet, o que inclui sua alimentação. Além disso, ele solicitará alguns exames laboratoriais, nos quais poderão ser detectadas as carências alimentares de seu cão, se for o caso.

5. Desordens hormonais

Desequilíbrios na produção hormonal podem causar queda de pelo em cães. No entanto, para saber se essa é a causa do problema, o veterinário deverá solicitar exames laboratoriais para avaliar se as dosagens estão em níveis normais.

6. Ansiedade e estresse

Na grande maioria dos casos, as causas da queda de pelo em cachorro é devido aos motivos já citados neste artigo. No entanto, cães que sofrem de ansiedade e estresse — geralmente relacionados à ausência do dono ou falta de atividade física — podem perder pelo em locais específicos e isso ocorre devido à lambedura, que motiva a queda.

Neste artigo, citamos apenas algumas causas, existem outras, como a anemia, o câncer, doenças imunológicas, ou seja, o diagnóstico requer muita investigação. Por isso, em alguns casos torna-se difícil acertar já na primeira consulta. É um problema que exige muita paciência para se obter o devido diagnóstico e tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *