Professor e médico veterinário da UFSM cuida de gatinho machucado de aluna durante prova

Na manhã desta quinta-feira; Uma cena fofa chamou a atenção e esquentou o coração de uma turma de alunos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) na manhã desta quinta-feira.

Durante uma prova da disciplina de Patologia geral do curso de Enfermagem, o novato na docência, o farmacêutico e médico veterinário Hecson Segat, recebeu o reconhecimento dos alunos após uma situação inusitada.

Com a prova marcada para hoje, uma das alunas chegou acompanhada de um gatinho, na caixinha de transportes. Segundo o professor, o felino estava machucado porque havia sofrido um acidente e precisava ficar em repouso para recuperação, mas a aluna não tinha com quem deixar o bichinho. 

Foi então que o professor resolveu ajudar. Com experiência no cuidado com pets, ele retirou o animalzinho, que estava chorando bastante, de dentro da caixa de transporte. Ao longo do tempo de prova, o Hecson ficou com o gato no colo, para que os alunos não perdessem a concentração e pudessem terminar a avaliação. A atitude foi tão elogiada que a foto do professor com o felino foi parar em um grupo do Facebook, com mais de 480 mil pessoas.

– Eu pensei que não tinha por que dificultar se eu poderia ajudar. Poderia ter solicitado que ela deixasse o animal na minha sala ou que pedisse para que algum colega cuidasse dele durante a prova, mas me senti, como veterinário, na obrigação de ajudar.

Hecson Segat possui graduação em Farmácia (UFSM), com ênfase em análises clínicas (2013), Graduação em Medicina Veterinária (UFSM), com ênfase em patologia clínica e clínica médica de pequenos animais (2019), Mestrado e Doutorado em Bioquímica Toxicológica pela Universidade Federal de Santa Maria (2015 e 2019, respectivamente). Atualmente trabalha como professor substituto da disciplina de Patologia Geral na UFSM. Dedica-se à área de pesquisa de produtos naturais, exercício físico, estresse oxidativo, neurofarmacologia, adição a psicoestimulantes em modelos animais.

Penso que o professor precisa ser amigo dos alunos. Costumo dizer que sou bastante rígido, mas não carrasco. Nós trabalhamos sério o semestre todo, mas nesta situação, não vi motivos para criar uma dificuldade com os alunos – comentou o professor.

Desde o início deste ano, Hecson é professor substituto na UFSM. Ele conta que a docência sempre foi um sonho e que a inspiração veio da trajetória da avó e da mãe, que também são professoras.

– Quando entro em sala de aula, me sinto realizado e ser professor é uma das minhas paixões. Poder conciliar a docência com outras atividades que eu também gosto é um prazer para mim. Não sabia que a foto havia sido disseminada dessa forma, mas é muito bom receber o reconhecimento dos alunos. É o que nos motiva como professor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *