Responsável por canil público é preso em flagrante por matar pelo menos, 40 animais com veneno em Fernando de Noronha

De acordo com delegado, a Polícia Civil tem informações de que o homem preso nesta terça-feira (26) teria matado, pelo menos, 40 animais, entre cães e gatos na ilha.

Um homem foi preso em flagrante, nesta terça-feira (26), por matar cães e gatos em Fernando de Noronha. A prisão aconteceu após a Policia Civil receber duas denúncias de mortes de cachorros com veneno. Ele é morador da ilha, agente sanitário e responsável pelo canil público de Noronha.

“O procedimento inicial é pela morte de dois cães, mas temos informações que esse homem tenha assassinado pelo menos 40 animais. Ele fazia uma espécie de controle de cães e gatos, que eram abandonados. O acusado matava sem autorização, na rua e nas dependências do canil”, afirma o delegado Luiz Alberto Braga.

As investigações da polícia indicam que o o homem preso variava a forma de matar os animais domésticos.

“Ele matava com pauladas e também com injeções. Temos testemunhas e também imagens. Na casa do acusado, encontramos ração com veneno (chumbinho). Ele foi preso em flagrante pelos dois crimes do final de semana. Nós estipulamos uma fiança de R$ 10 mil, os familiares têm até quarta-feira (27) para fazer o pagamento para que ele seja liberado ”, diz o delegado.

O delegado também informa que, caso a fiança seja paga, o homem responde ao processo em liberdade e deve se apresentar quando o juiz solicitar. Se o pagamento não for feito, ele é transferido para o Recife, onde passa por uma audiência de custódia.

Como o canil é de responsabilidade do estado, a assessoria de imprensa da Administração da Ilha informa que o governo se coloca à disposição da Justiça para dar qualquer tipo de esclarecimento necessário.

Outra morte de animal

Em outubro de 2018, foi encontrado morto na ilha o gato Back, conhecido como o Gato Ladrão e que contava com milhares de seguidores nas redes sociais após a campanha realizada pela dona do felino para devolver os roubos.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *