Vídeo mostra PM do DF atirando em cão após ser acionado para conter animal

Segundo militares, o pitbull havia atacado o vizinho do dono momentos antes. Corpo de Bombeiros atendeu a vítima, que tinha cortes nos braços, mãos e cabeça

Um vídeo gravado por uma moradora de Samambaia Sul, no Distrito Federal, mostra o momento em que um Policial Militar atira contra um cachorro. O caso ocorreu na manhã de terça-feira (12/2), após a PM ser acionada para conter o animal enfurecido, que havia se soltado e mordido um outro vizinho.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o cachorro sai pela grade de um portão e anda ao lado dos policiais. Outras pessoas também presenciam a ação. Quando o animal se aproxima da viatura um disparo é dado em sua direção. Foram feitos dois disparos, mas no vídeo é possível ouvir apenas um.

Cachorro baleado havia atacado vizinho momentos antes

De acordo com o militares, o cachorro, da raça pitbull, havia mordido um vizinho do dono dele. O ataque ocorreu por volta das 8h de terça-feira (12/2). O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com cortes nos braços, mãos e nas pernas, e em seguida encaminhado para o Hospital Regional de Taguatinga.

Por meio de nota, a PM do DF informou que “o animal que era de grande porte e avançou contra a equipe policial que teve de efetuar dois disparos para evitar o ataque e resguardar a integridade física da equipe e das pessoas que estavam próximas, inclusive crianças que se encontravam nos arredores.”

Ainda segundo a corporação, “os policiais militares agiram em estado de necessidade própria e de terceiros, e, infelizmente, tiveram que efetuar disparos contra o animal, uma vez que ele se encontrava muito agressivo e poderia atacar as crianças e a própria equipe.”

Ao portal, a Associação Protetora dos Animais do DF (ProAnima) disse ocorrências como esta esta não são raras no Distrito. Mas de qualquer forma, o caso deve ser avaliado e as circunstâncias em que o tiro foi disparado apuradas, para considerar se houve legítima defesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *